Publicado em 30/09/20 13:01
Compartilhar

Segurança Online de Crianças e Adolescentes

Lançamento de relatório em português e espanhol e evento virtual marcam discussão de estratégias para priorizar a segurança de crianças e adolescentes no ambiente online

 

Atualmente, crianças e adolescentes já representam um terço de todos os usuários da internet em todo o mundo. Ao mesmo tempo em que se beneficiam da conectividade para a educação e o entretenimento, eles também são expostos a riscos e ameaças do mundo virtual, como assédio, bullying cibernético, desinformação, exposição à conteúdo inadequado, violência de gênero, furto e coleta de dados.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, a cada ano, 200 milhões de crianças e adolescentes são abusados sexualmente. Grande parte desse tipo de violência ocorre online ou é obtida e distribuída digitalmente. Nesse caso, a internet é uma facilitadora da exploração e do abuso sexual. Proteger crianças e adolescentes online é um desafio que requer uma abordagem global.

WEBINÁRIO UNESCO, UIT E CHILDHOOD BRASIL

Para discutir esse tema tão importante, a Childhood Brasil, a UNESCO no Brasil e a União Internacional de Telecomunicação (UIT) realizaram, no dia 30 de setembro, um encontro virtual com o tema: “Segurança Online de Crianças e Adolescentes: perigos e oportunidades”. Com uma fala de abertura da S.M. Rainha Silvia da Suécia, fundadora da World Childhood Foundation, e a moderação de Sandra Annenberg, jornalista e apresentadora do Globo Repórter, o evento contou com a participação da Diretora e Representante da UNESCO no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto; o Diretor Regional para as Américas da UIT, Bruno Ramos; e a presidente da Childhood Brasil, Roberta Rivellino.

O webinário faz parte da Semana Internacional para o Acesso Universal à Informação, que vai de 28 de setembro (Dia Mundial de Acesso à Informação) a 2 de outubro; e contou com o apoio da Associação Brasileira de Rádios e Emissoras de Televisão (Abert) e da Associação Nacional de Jornais (ANJ).

O evento também apresentou as versões em português e espanhol do Relatório da Comissão de Banda Larga da UNESCO-UIT para o Desenvolvimento Sustentável. O documento traz informações sobre tecnologia, internet e acesso para crianças e adolescentes e busca aumentar a conscientização sobre a priorização da segurança online, apresentando estratégias para a sociedade, empresas privadas e governos trabalharem de forma articulada o combate as violências e perigos digitais.

 

Assista ao evento na íntegra:

 

Relatório Segurança Online de Crianças e Adolescentes: minimizando o risco de violência, abuso e exploração sexual online

O relatório ‘Segurança online de crianças e adolescentes: minimizar o risco de violência, abuso e exploração sexual online’, desenvolvido pela Comissão de Banda Larga da UNESCO-UIT para o Desenvolvimento Sustentável, consolida algumas estatísticas sobre o tema: uma em cada cinco crianças e adolescentes entre 9 e 17 anos vê material sexual indesejado online, e 25% deles relataram sentir medo ou angústia extremos; 17% dos pais afirmaram que seus filhos já foram vítimas de bullying cibernético (em alguns países, esse número chegou a 37%); e identificou que 99% dos termos e condições de uso online foram escritos com uma linguagem muito complexa para o entendimento de crianças e adolescentes.

Além disso, a publicação discute o papel das empresas, dos governos e da sociedade em promover mais segurança para crianças e adolescentes no ambiente online; e trás informações como o dados sobre o acesso à Internet por meninas e meninos e a quais perigos eles são expostos diariamente; boas práticas em segurança online ao redor do mundo e a necessidade de uma estratégia integrada global para prevenir e enfrentar a violência on-line contra crianças e adolescentes.

 

Acesse agora o relatório completo [idiomas Português e Espanhol]:

 

 

Para acessar o relatório em Inglês e Árabe, clique aqui.

É essencial que todos façam sua parte para proteger os direitos de crianças e adolescentes no ambiente virtual. Por isso, a Childhood Brasil convida, em nome da Comissão da Banda Larga da UNESCO-UIT para o Desenvolvimento Sustentável, empresas, governos e sociedade civil a assinar a Declaração Universal para a Segurança Online de Crianças e Adolescentes e demonstrar seu compromisso de assegurar, em suas ações, que todas as crianças e adolescentes possam estar seguras no ambiente digital.

 

Assinar agora:

Compartilhar